• Élpis

De frente com a El!


Olá Hopers, tudo bem com vocês?

Como foi o fim de semana?


Hoje daremos início ao: De frente com a El!

Nosso autor convidado é o Eric Francato.


P: Como você começa o seu dia? Você tem uma rotina matinal?

R: Começo escrevendo.


P: Em que hora do dia você sente que trabalha melhor? Você tem algum ritual de preparação para a escrita?

R: Parte da manhã. O ritual é tentar escapar da existência dele, rituais atrapalham.


P: Você escreve um pouco todos os dias ou em períodos concentrados? Você tem uma meta de escrita diária?

R: Escrevo todos os dias, mas os períodos é que determinam a quantidade ou a qualidade da escrita. Nenhuma meta em relação a escrita.


P: Como é o seu processo de escrita? Como você se move da pesquisa para a escrita?

R: Processo de observação 24hrs. A pesquisa só é válida se eu entrar completamente no contexto criado. A escrita vai além da pesquisa, ou seja, o resultado pode ser visto por várias perspectivas.


P: Como você lida com as travas da escrita, como a procrastinação, o medo de não corresponder às expectativas e a ansiedade de trabalhar em projetos longos?

R: Lido como todo ser humano que tenta diariamente controlar seus sentimentos. Minha maior expectativa no meio da escrita, pois é o momento que entrego o texto a leveza daquilo que irá me surpreender, abrir caminhos.


P: Quantas vezes você revisa seus textos antes de sentir que eles estão prontos? Você mostra seus trabalhos para outras pessoas antes de publicá-los?

R: Procuro não "revisar" muitas vezes, afinal no momento em que escrevi "aquilo" estava vivo. Quando você volta a ler várias vezes é provável que "desmonte" o texto. Antes de publicar mostro sim o livro para os mais próximos.


P: Como é sua relação com a tecnologia? Você escreve seus primeiros rascunhos à mão ou no computador?

R: Não sou muito ligado a tecnologia. Tudo começa à mão ou no bloco de notas do celular. Depende onde estou.


P: De onde vêm suas ideias? Há um conjunto de hábitos que você cultiva para se manter criativo?

R: As ideias vem mais de observações do passado.

O hábito de cultivar é sempre estar observando de todos os postos de vista.


P: O que você acha que mudou no seu processo de escrita ao longo dos anos? O que você diria a si mesmo se pudesse voltar aos seus primeiros escritos?

R: A minha escrita não mudou muito.

Eu diria que estou no caminho certo.


Ping pong

Amor - Humor.

Livro de cabeceira - Nenhum, tenho "pena" do homem preso a um livro.

Família - Importante

Frase favorita - "Tenho em mim todos os sonhos do mundo" Fernando Pessoa

Recado para leitores - Siga além da escrita, faça seu próprio mundo ou mundos. O plural é "singular".




Eric é autor do livro: Minha Bisa tem Alzheimer, que será lançado pelo Grupo Editorial Hope, pelo selo Hope Kids.

O livro foi financiado pelo Catarse, alcançando 114% da meta. Ele contará com ilustrações coloridas e vários brindes para quem apoiou.

Fiquem de olho nas nossas redes sociais que em breve teremos novidades sobre o lançamento.



Já pensou que este é o ano de você também tirar seus sonhos da gaveta?

Envie agora mesmo o seu manuscrito <3


Agradeço ao Eric Francato pela disponibilidade em responder as minhas perguntas!


Beijinhos, Élpis, ou somente El, como preferirem.

53 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Um universo incrível espera por você.

#SEJAHOPE

19 99920-5213

©2020 por GRUPO EDITORIAL HOPE.