Storytelling - A arte de contar histórias - Por Jéssica Milato


Storytelling é a capacidade de contar histórias de maneira relevante, onde os recursos audiovisuais são utilizados juntamente com as palavras.

É um método que promove a sua história trazendo a ela, muito mais técnica.

Os elementos básicos das histórias e do Storytelling envolvem o desenvolvimento de um enredo, personagens e ponto de vista narrativo.

Uma história interessante é envolvente e encanta o público, somando fatores como um vocabulário adequado, a capacidade de despertar emoções, bons personagens, um enredo inteligente e elementos visuais, tais como imagens, ilustrações, vídeos, entre outros.


Existe um provérbio africano que diz:


Se o leão não contar a própria história, o caçador o fará.


Quem é você na sua história? O leão ou o caçador?


Estudando elementos de cena

Neste estudo, vamos falar sobre os elementos de cena e sua estrutura.


Costumo dividi-las em 2 partes:


CENA DE AÇÃO E CENA DE REAÇÃO OU SEQUELA


As Cenas de AÇÃO, são definidas em:


(Opcional) - Um gancho que chame a audiência para dentro da cena

OBJETIVO

OBSTÁCULO

DESASTRE


As cenas de REAÇÃO ou sequela, são definidas em:


REFLEXÃO

DILEMA

DECISÃO

(Opcional): CLIFF-HANGER, uma frase que gere um rápido suspense ou mistério com o propósito de forçar o leitor a ler a cena a seguir.


Cenas bem estruturadas são mais que meio caminho andado para boas histórias.

Ao criarmos uma cena, queremos que o leitor se identifique com o "alguém" da nossa cena.

Pois pense bem em uma cena e depois pergunte a si mesmo:

O que seu personagem principal quer?

Quem/o que o impede de conseguir?

O que acontece de desastroso quando o seu personagem principal força a barra para conseguir?

Perceba que só por responder às questões acima, você terá um rascunho de cena sobre o qual trabalhar.


Exercício


Escreva um diálogo "ping pong", ou seja, um personagem fala e o outro responde. Assim você inicia logo na ação e não perde muito tempo pensando.

Tente fazer esse exercício em 15 minutos.


Agora você tem 5 minutos para reescrever o diálogo e lê-lo. Esse exercício serve para vermos se conseguimos passar o básico da cena.


Devemos levar em consideração:


Será que o que você escreveu é instigante?

Você usou um vocabulário simples? Ou elaborou e se perdeu na oratória?

Deu para entender qual seria a história?

O ritmo ficou razoável?


Uma nota importante: ou o diálogo já diz quase tudo, isto é, prende o seu interesse, ou ele não diz nada.

Gostou?

No meu livro de mesmo nome do título deste texto, tem toda a explicação passo a passo sobre essa arte tão linda que é o storytelling.

Você encontra o livro físico e e-book no site da Hope.


Beijocas literárias.


Jéssica Milato


31 visualizações5 comentários

Posts recentes

Ver tudo

A leitura desde a primeira infância - Por Rose Papille

Ouvir histórias desde a primeira infância é muito importante para o desenvolvimento global da criança. Sendo assim, o ideal seria que mesmo antes do nascimento as mães iniciassem a leitura para os beb